sábado, 16 de julho de 2016

O que Deus espera de mim?

video

O que temos de mais valioso hoje? Se já parou para pensar, sua resposta será algo que, com certeza, gerou, construiu ou planejou com carinho e cuidado. Pois em verdade hoje te digo, o que tendes de mais valioso não podes ver, sequer tocar, e como medir, avaliar isso? Não podes querido, pois estás cego pela tua ignorância, pela tua falsa sabedoria onde acha que sabe o melhor caminho, a melhor decisão. Hoje venho a ti que lê esta mensagem, dizer-te que nem teu corpo te pertence mais, o que dizer do tempo, da natureza e de teus feitos adquiridos por tua inteligência. Pois sejais sábios já, e vedes quanto nada tens senão os tesouros do espírito, nada mais palpável. É chegada a hora, e nesses tempos que estão sobre vós, nada podes pedir em graça, apenas em perdão, redimir-se ao menos espiritualmente, confessando ao teu Pai, e somente a Ele, todos os teus fracassos quando não o ouviu. Coloque-se em prontidão quanto à sua mente, pois não é lá que reside seu Pai, é no coração que Ele tem sua morada. Tão perto, ao mesmo tempo tão longe para ti, incontáveis vezes te chamou a conversar sobre tua vida, te aconselhar sobre maus caminhos, e o que fizeste? Ignorou, fez-se de rogado dizendo para si: "A vida é curta, vou é viver bem...". Bem verdade, tua passagem por aqui é curta, só não contes com a "Vida", pois ela não existe sem teu Deus. Se mesmo assim ainda insiste em proclamar vitoriosa tua vida e tuas escolhas, parabéns! Não te preocupes com o porvir, pois tua recompensa já recebeste por cá, nada mais há de receber em promessas.
A luz e para todos diz o ditado vosso, e eu digo-vos, a luz é para os escolhidos do Senhor, e muitos ficarão espantados ao ver que nem sempre o religioso é aquele que foi preferido pelo Pai, mas aquele que manteve em seu coração o seu amor.

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Desafio de Gigantes

Vamos prosseguindo com nossa fé e confiança em Deus. Muito lemos em nosso cotidiano sobre Deus, sobre sua palavra e suas nuances. Mas será mesmo a Santa Palavra apenas mais um livro de época? Será mesmo que serviu apenas para as pessoas que viveram aquele período, e para nós é apenas mais uma historinha?
Meus irmãos e amigos na fé em Cristo, por muito tempo divaguei sobre teorias, conspirações de dominação e tudo mais acerca da palavra de Deus. Passei anos a fio tentando compreender o incompreensível, tentando entender como alguém pode nos amar tanto a ponto de se entregar na cruz, apenas para que não sofrêssemos mais que o necessário, para que nossos erros do passado fossem apagados. Percebi que temos essa resistência natural, de receber amor quando este nos é dado em demasia.
Ao longo do tempo fui percebendo que a palavra de Deus, a Bíblia, é um livro atemporal, que nos serve em qualquer tempo, em qualquer aflição, em qualquer alegria. Somos infelizes quando não nos reconhecemos falíveis, quando pensamos saber o que é melhor para nós, e a palavra de Deus foi um bálsamo de luz que me despertou o melhor de mim, me fez sentir-me ainda mais amado com doces conselhos que aprendi a ler na palavra Dele. Sentimos, por vezes, solidão e desamparo quando o sofrimento bate a nossa porta,  e esquecemos que Ele sempre está ali, sentadinho esperando para te ouvir, compreendendo tuas limitações, te ensinando através da palavra Santa como superar aquele momento. Agora faço a todos um convite, vamos conversar com Deus? Vamos escolher um breve momento do dia, nada mais que dez minutos, e vamos abrir a Bíblia, independente de onde abrir, onde seus olhos baterem, leia! Ao terminar reflita sobre o momento que está passando e veja se foi respondido ou não. Deixo a paz do Senhor para todos.


terça-feira, 12 de julho de 2016

Caminhando com Deus


Para onde vinha nossa fé? Ser isso ou aquilo, professar dogmas os mais diversos, quantas e quantas orações, mas e depois? Que rumos traçamos para este mundo, que visivelmente caminha para destruição. O universo é equilíbrio, nossas sobras interiores desestabilizam o meio, a natureza, a convivência com os nossos. Relutamos diariamente contra a voz magnânima que nos chama à mudança, ao novo, sem egoísmo ou orgulho. Pensamos em Deus como algo inatingível, nos restringimos a santos, entidades e tantos outros seres de luz que realmente nos auxiliam bastante por aqui. Quando não é espiritual, nos apoiamos como muletas em pastores, padres, pais e mães de santo. Em verdade, escoramos nossa fé no visível, no palpável, nos esquecemos que o mais importante é totalmente invisível, singelo e simples: Amar. Pois digo a todos, Deus em sua infinita sabedoria nos chama à nova fé, independente de religião, buscando a Ele ainda mais fortemente, sentindo sua mão a afagar-nos o coração e a cabeça. Nada muda na sua religião, o que muda é você, procure esquecer-se por alguns dias dos mandamentos ou dogmas que regem sua fé. Crie a sua própria fé, vendo em Cristo a luz que iluminará teus caminhos, buscando ouvir o que ele quer de você. Ele fala povo de Deus, basta saber ouvir, seja através de um estranho, de uma frase em outdoor, ou mesmo em um jornal que viu ocasionalmente. Mas advirto-vos, nunca diga "A Deus já alcancei...", não seja sabotador da sua ligação com o Criador. Busque, sinta-se ignorante, seja inocente como uma criança, ouça teu Pai, pois é iminente seu clamor aos nossos corações. Não se aflija com as respostas que tiver, lembre-se "Seja feita tua vontade, assim na terra como no céu". Pois então, deixe que ele te conduza, não hesite, faça! A angústia passageira passará, e novos caminhos se abrirão diante de ti.
Que a paz esteja com todos.