quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

E a Vida Continua....

"Aquele que ama sua vida neste mundo morrerá, e aquele que odeia sua vida neste mundo viverá para a vida eterna". Estas palavras de Jesus nos remetem a uma grave reflexão, já iniciada anteriormente. Será mesmo tão bom quanto parece usufruir de nossos banais cotidianos em nosso mundo? Ou será uma grande utopia que nos remete a um sonho de uma vida sem obrigações e muita curtição? É incrível nossa capacidade de amar o tangível, e ignorar o divino. Somos um pedaço do criador, somos frutos de um amor infinitamente superior a qualquer prazer neste mundo. Nossos olhos hora cerrados pela ilusão, nos confundem em escolhas e decisões diariamente. E a fragilidade de nossa carne é esquecida, nos perdemos em emoções desmedidas e impensadas, ignorando a máxima que ouvi certa vez: "Para morrer basta estar vivo...". Mas na nossa arrogância supomos que neste caso, morreríamos felizes. Vivamos sim essa experiência, mas precisamos ter sabedoria para saber quando parar, parar para ouvir a voz que nos chama à realidade. Nada somos, nada podemos sem que nos seja permitido por Deus. Não duvide! Muitas tormentas ainda virão, e a aqueles que não abrirem seus olhos, fica a amargura da solidão. Não importa o que viveu, como viveu, entrega agora tua história aos pés da Santa Cruz de Jesus, e aguarda o seu pronunciamento. Deves isso a ele, ele já te fez muito e quantas vezes fez por seus pequeninos como ele tanto pediu? É, você estava no carnaval e não deu tempo, tudo bem. Ou estava em um show imperdível. É, deve ser compreensível...para quem? Eleve-se, valorize-se como filho do altíssimo, sede bom como teu Pai o é. E quando chegar a hora, sinta-se aliviado por, pelo menos na última hora, ter ouvido a Jesus.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Humanos Divinos ou Humanos do Mundo?

Feliz do homem que sente-se bem em seu lar. Chegamos em um oonto crítico para humanidade, como predito nas sagradas escrituras, o amor de muitos esfriou. A vida não vale mais que um frasco de bebida alcoólica, o sofrimento tornou-se banal e motivo de frivolidades por vossos comediantes. Apenas em seu lar, podes ainda construir seu pequeno paraíso particular. Pode sim multiplicar entre os seus o amor fraterno e sincero. Podes tornar cada cômodo de tua morada em pequenos templos da misericórdia divina. São tempos de resguardar-se. Velhos hábitos e divertimentos são verdadeiros abismos onde se perdem muitas almas diariamente. Resta a ti escolher por inde desejas trilhar este restante de jornada, se pelos caminhos da dor e da perdição, ou pelos caminhos da regeneração e perdão. Radicalistas, já fomos rotulados, mas será mesmo o ser humano capaz de cultivar algo de bom, mesmo diante de tantos devaneios sexuais e falta de senso moral no trato com seus iguais? Será mesmo frutífera esta tua tentativa em socializar-se em um mundo anti social por natureza? Não que a essência humana fosse assim desde sempre, mas a porta estreita sempre foi a mais escolhida. Pra que sofrer tanto se posso gozar de todo prazer que este mundo pode me oferecer? Ah, meus queridos, gostaria muito de compartilhar convosco a sensação que sinto acerca do amanhã. Seria muito bom se eu pudesse transmitir tudo aquilo que sinti não oor escolha, mass por dever imposto por meu Deus. Serão tempos de muito sofrimento, bem piores que as estatísticas que hije se desenham em telejornais. Posso ouvdir os gemidos de dor as vezes, os gritos de socorro, as angústias pela falta de água e luz. Sofro muito por nosso futuro, oelo futuro de nossos filhos, mas acho que escolhemos este caminho. O chamado livre arbítrio, criado por nosso Pai com tanto carinho para que evoluíssemos sem dor, mas que hoje, distorcido pelas nossas iniquidades, nos encaminha a um triste desvanecimento de nissa humanidade. A luz do dia não é mais a mesma, cada amanhecer é mergulhado no sangue de inocentes, cada noite entorpecida pelas lamúrias de nossos irmãos afundados no vício. Sim, teu Pai é infinitamente misericordioso, mas também é infinitamente justo. Chega de fazer com que boas almas paguem por nossas más escolhas. É hora de pagarmos oelos nossos erros. Já não basta ter sido crucificado o filho de Deus para que pudéssemos ter nova chance? Será que mais uma vez escolheremos Barrabás ao invés do Cristo? Reflitamos esta noite e nos ponhamos em oração, é hira de clamar mais uma vez misericórdia e aguardar a justiça divina. Somos humanos......será?

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Os Dons e o Silêncio

Silêncio e oração. Essa é a melhor fórmula de aprendizado a tudo que sentes falta em teu íntimo. Sim, por mais que persiga seus objetivos pessoais é sempre compelido a uma saudade estranha, como se algo tivesse deixado de realizar. Sustentai essa saudade sem muita preocupação, deixa que ela venha com bastante força sempre estiveres a orar. É no repouso mental que serás melhor instruído a alcançar o que te faz falta. O que é? Não pergunte, sinta e mereça todo o gozo dos frutos originados através de teus dons. Pois é, mesmo que não os sinta, você os tem, e essa saudade salutar de tarefas por realizar o conduzirá a glória do bom semeador. Procure dedicar um pouco do teu tempo diário a ouvir a voz do coração, ela sim te guia e orienta nesses tempos difíceis. Meditar nem sempre é interagir consigo mesmo, precisa sim interagir com o divino para assim concluir teus trabalhos e dores. A todos os outros que vivem na ignorância de seus pseudomundos, resta-lhes aguardar que tua hora chegue e que essa saudade se torne em trabalho fraterno, que possa libertá-los desse cárcere que os conduzirá a perdição. Clamai a Deus por sabedoria e boa orientação, para que possa o quanto antes auxiliar essas almas perdidas que se esquivam diariamente da salvação. Tua luz é muito para a escuridão em que vivem, é esperança que mesmo sem saberem, mendigam seus espíritos perdidos diante de todo o mal que encerraram suas mentes e corpos. Avante sem medo, segue teu destino e obra em favor do resgate de teus irmãos. O que tens como ferramenta para tão árdua tarefa? Só a ti é dada a resposta, falta saber ouvi-la.