quinta-feira, 22 de agosto de 2013

A Verdade que vêm do Coração

Doce é a voz que conforta. Suave o gesto que consola. Abençoado o sorriso que incentiva e reanima. Vossas almas reaprendem diariamente a trabalhar pelo bem comum, a realizar a árdua,  porém bela tarefa de auxílio a teus irmãos menos afortunados. É hora de multiplicar esse sentimento, que a caridade seja a máxima deste período transitório porque passais. Somente na doação sincera vós conseguis abrandar vossas faltas e fraquezas. Seja gentil, busque a mansuetude, seja luz em meio a tantos corações obscurecidos. Seja esperança diante de tanta desilusão, seja amor em meio a tanta perversidade. Não tarda e vos encontrareis com o Senhor de tudo, reflita o que tens a apresentar como tua defesa. Orem e jejuem sempre que possível,  abdique de algo que gosta muito por sete dias, entregue a Deus este sacrifício como forma de pagar pelos erros de teus irmãos. Busque sempre orar pelo outro,  pedis muito para vós, mas esqueceis com frequência teus sofridos irmãos. Busque a tua fé no cotidiano, acredite na mudança, pois para Deus nada é impossível. Glorifiquem o nome do senhor por simplesmente estar vivo. Vos alimenteis do pão da vida e gozem da paz do Salvador. Não mistifiquem vosso Criador, veja Jesus no rosto de cada pessoa que te procurar. É tão simples quanto respirar, a busca por Jesus se encerra no coração de cada um de teus queridos irmãos. Um abençoado fim de noite e que Nossa Senhora vos cubra de bênçãos.