terça-feira, 2 de julho de 2013

Vigiai e Orai...Porquê?

Muito se tem falado em vigiar vossos pensamentos e atitudes. Pouco se percebe essa paranóia que nos é passada pelo anjos do Senhor. Quase sempre não percebemos motivo para tanto cuidado. Digo a todos vocês hoje, é nos momentos mais comuns do nosso cotidiano que age o inimigo de nossas almas. É geralmente de uma simples discussão de família que emergem grandes tragédias, é de uma pequena discensão de amigos que transformam-se seres amáveis em monstros incapazes de perceber a consequência de vossos atos.  Buscai a luz de vossas palavras no santíssimo coração de Jesus. Ao primeiro sinal de discórdia, retirai vossa mente dali e elevai pequena prece ao teu Pai maior, nunca deixai de buscar a paz de vossos espíritos, nada é mais importante que buscar o auto equilíbrio,  assim poderá sempre ser fonte de esperança na vida de todos que te rodeiam. Coragem,  Jesus confia em ti!

segunda-feira, 1 de julho de 2013

A Grande Lição


Sabe, minha gente, por vezes passamos por tribulações tantas que nos tiram da concentração habitual.
Acabamos nos deixando levar pelos impulsos instintivos de corpos sem direção a se mover sem qualquer comando. Muitas vezes me pego reclamando sobre dores, insatisfações financeiras e dificuldades no trabalho. Mas será que realmente existem tais dificuldades? Ou é simplesmente fruto da minha mente cansada e sem organização, para tantas coisas que me propus durante todo o dia. Minha família é o meu tudo, e busco reclamar o mínimo possível na frente deles, pois sei que sou a fortaleza que os mantêm de pé. Procuro sempre chegar em casa, apesar de cansado e buscar sempre uma forma de dar o melhor de mim para todos eles. Óbvio que nem sempre consigo manter um padrão de atenção e carinho com todos sempre, pois o cansaço e a inquietação espiritual me consome toda a disposição e atenção. Porém sei que todos eles me entendem, meus filhos, minha amada esposa, todos sabem e compreendem que sempre estarei ali, as vezes cansado, as vezes aborrecido com o trabalho, mas sempre ali, pertinho para tudo que necessitarem. A vida passa muito depressa, sabe gente, e quase nunca nos percebemos o quanto perdemos por desorganizar todo um planejamento divino. Sim divino, pois Deus nos projetou toda uma jornada e lembra daquele filme "Efeito Borboleta"? Dizia mais ou menos assim: "O simples bater de asas de uma borboleta pode causar catástrofes inimagináveis do outro lado do mundo". É o chamado desequilíbrio quântico, nem sei bem o que significa. Para nós, pobres mortais acho que quer dizer que fugimos do plano inicial de nosso criador e buscamos as nossas alternativas mais "fáceis". Escrevo hoje, não só na condição de trabalhador da obra divina, mas de ser humano, que erra, que acerta, que ama, que se entristece e que acima de tudo, é extremamente grato pela dádiva recebida que é a vida. Obrigado Pai pela vida, obrigado pela minha linda família, obrigado por me querer tanto assim.

Boanerges Teixeira