sábado, 2 de junho de 2012

Principio dos Males (Mensagem Recebida em 02/06/2012)

                                                       
Concluiremos aqui aquilo que nos falta terminar de um passado que nos fez bastante endividados pelos nossos atos indiscriminados e nossas pecaminosas atitudes para com nossos semelhantes. Um passado tão tenebroso que nenhum de vocês gostariam de imaginar o que já foram capazes de incorrer contra as suas próprias vidas, ao passo que infligindo o mal aos vossos semelhantes estão automaticamente reduzindo-se a meros desonrosos e endividados perante o Senhor. Um passado que nos trás até aqui, com todas as oportunidades para que se redimam de tanto orgulho e falta de cumprimento das leis deixadas pelo Cristo. Outra questão que eu gostaria de relatar aqui são as vossas impiedosas atitudes para com aqueles que cometem crimes e assim se unem aos piores criminosos mal vistos pela sociedade. Quantos de vocês já não cometeram piores crimes contra a humanidade, com que direito julgam aqueles que apenas estão sob a ignorância de suas penosas e desafortunadas vidas, e que assim sucumbem como vocês em atos já praticados anteriormente, para que possam de alguma forma cumprirem aquilo que é o destino das vítimas as quais estão se dirigindo. Muitos ainda se perguntarão, porque estarão sofrendo certas retaliações, e vossas honrosas vidas não podem estar se não sobre uma questão. O passado te condena e não fique achando que estará livre da dívida que terá que ser saldada para que assim se cumpra a ordem das coisas. Uma hora ou outra estarão diante daquilo que foi a melhor maneira, inclusive escolhida por vós mesmos, outras vezes não, mas assim foi previsto antes mesmos de reencarnares, para que tu pudesse então conseguir se livrar do saldo devedor que te leva a ser apenas mais uma daquelas vítimas de si mesmo. Outra questão que deve ser levantada aqui, é que alguns anos atrás existia apenas uma quantidade ínfima de estupradores e molestadores de jovens, e agora o que temos é uma quantidade absurda de gente cometendo crimes contra jovens e crianças. Ao passo que caminhamos, vamos percebendo que as coisas estão tomando um rumo sério, e que no mais tardar iremos encontrar uma quantidade ainda maior de crimes antes nunca cometidos. É assim que funciona quando não estamos sob a lei da ordem divina. Eu preciso lhes comunicar tal consequência de tanta sujeira que estão a ver, pois, assim estarão com as devidas informações e assim não terão como duvidar que tudo o que já foi visto é apenas um sinal do que está por vir. Meus filhos, até quando irão duvidar de tantas coisas ruins que se aproximam, é só parar e vislumbrar o caminho ao qual estão passando todos os dias, e vendo como tudo anda fora de ordem. Pessoas impacientes, ansiosas pelo futuro, ninguém mais vive um momento sem que estejam a tramar ações contra seus irmãos, ou então aqueles que desconfiam de tudo e de todos. A paz já não existe entre nós, e estamos apenas experimentando o gosto do que ainda virá. Sinto muito por ter que vir aqui a passar tal mensagem tão desagradável mas, que fará o seu papel diante da quantidade de severas obrigações que ainda terão que passar em vida, para que possam sentir o que é a força da escolha que existe dentro de cada um. É um passado obscuro que nos trás aquilo que mais precisamos, oportunidades e situações que nos levem novamente a quem devemos ser através de provas e expiações. Não julguemos a quem quer que seja, pelo pior crime que cometa, deixemos aqueles responsáveis por tal tarefa na humanidade e para Aquele que nos criou o julgamento maior, aquele que é feito com uma inspeção profunda em vossos corações, dando-lhes nova oportunidade de continuarem a trilhar por um caminho ao qual nunca deveriam ter deixado de trilhar, o caminho da verdade. Assim se faz necessário estarem sempre sofrendo injúrias e retaliações das mais diversas, para que se curem das chagas abertas por vós mesmos. Essa é a maneira melhor de se rever as próprias atitudes antes tomadas sem sequer consultarem os vossos corações, mas que com o passar do tempo já não cometerão, justamente porque quando sentimentos a presença do amor em vossos corações passamos a entender o que é cometer uma vontade sem que antes pensemos duas vezes. Não temam outra coisa a não ser a vós mesmos e vossas atitudes criminosas, sejam lá quais forem os motivos, não importa! O fato é que jamais devem perder o rumo do caminho que os levará para uma vida menos sofrida, com menos momentos de miséria. O meu recado foi dado, e temo que a grande maioria ainda não tenha entendido realmente a leva de oportunidades que vos chegam todos os dias aos montes, para que comecem a repensar nas vossas atitudes para com os vossos semelhantes de jornada.

M.R.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Reconhecimento (Mensagem Recebida em 02/06/2012)


Aquele que tem como orientador de suas atitudes o Pai celestial, nunca se perderá diante das fraquezas da matéria. Realmente é muito forte a ordem das provas porque todos passais, porém não desanimeis diante de percalços tão singelos diante da fortaleza que é morar debaixo da proteção de Deus do Céu. Fiquem calmos e repousem vossas cabeças com tranquilidade no colo do criador de vossas existências. Ele nada exige de vós, sois vós que escolhestes os vossos caminhos, e por isso, suportais por vezes provas tão desanimadoras. A fé que deve orientar vossas vidas é fruto de um caminho de boas atitudes que se sucederam ao longo de várias jornadas. A fé por si só não traz resultados satisfatórios do ponto de vista celestial. Toda fé deve estar acompanhada de boas atitudes e de um gesto de caridade sincero. Sempre que sentirem-se esmaecer diante de dificuldades de grande complexidade, aos vossos olhos, elevem vossos olhos e peçam ao vosso Pai a luz necessária para solucionar o percalço. Não se percam em atitudes e fatos que em nada vos engrandecem ou acrescentam às vossas jornadas, dêem a esses fatos a importância que realmente tem. Olhem ao vosso redor e vejam quantas pessoas menos afortunadas que vós sorriem para as dificuldades como que tendo certeza que alguém as está resolvendo. Essa deve ser a certeza de todo bom cristão, assumir que a fé que anima as vossas vidas é algo que não coloca dúvidas no caminhar, traz paz e denota certeza no porvir. Nunca antes vos foi falado e comentado sobre atitudes erradas ou escolhas mal feitas, porém lhes digo, em verdade, suas escolhas refletem diretamente no acreditar de vossas mentes na criação divina. Sois fruto daquilo que cultivam em vossa mente, largamente difundido em vosso plano a idéia de um Deus que castiga e altamente rigoroso. Realmente não conhecem nem uma milésima parte da misericórdia divina. Desconhecem realmente as virtudes que fazem do criador o único ser no universo que possui infinitas capacidades para amar a todos sem distinção, mesmo que por vezes não mereçam tanto amor. Jesus vos ama e vos provou isso há dois mil anos, portanto, não podes pedir sequer uma só prova desse amor, não tens o direito. Ademais, olhem e percebam quantas graças tens em vossas vidas, mesmo que elas pareçam difíceis. É tudo uma questão de ponto de vista, o do amor.


C.

As Escolhas (Mensagem Recebida em 01/06/2012)


Finalmente chegaremos ao ponto que nos é definido em conformidade com as nossas escolhas, as quais de fato nunca estiveram assim, tão voltadas para a realidade material. Uma só realidade conduz aqueles que estão sentindo uma séria necessidade de buscarem o que há de valor dentro de si e em suas atitudes diante do mundo. Quero vir aqui mostrar-lhes o quanto é preciso para que possam finalmente conceberem em suas vidas uma paz intensa a ponto de se sentirem fieis ao pai Celestial, e em verdade meus queridos irmãos hão de convir que nem sequer iniciaram uma busca maior por tais objetivos. Simplesmente o caminho não é lá tão realizador em se falando de conjecturas atuais, pois, ele não vai te levar a realização de grandes feitos para o mundo, e sim para a tua verdadeira essência. Com o passar dos dias, mais se ouvirá sobre os terremotos que virão a serem sentidos intimamente em vossas residências, e aí saberão o quanto se aproximam os dias em que muitos se arrependerão por não haverem escolhido o caminho que os levariam a serem salvos para a glória do Senhor nosso Pai. Caminhemos todos para um futuro verdadeiro e não para que sejamos ainda mais omissos a tais fatos que simplesmente merecem uma maior atenção de vossas sabedorias. Sejamos bons pastores, sejamos simples e humildes de coração. Uma vez mais estão sendo avisados assim de forma bastante direta, e esperamos sempre que acolham tais informações até com certo desespero, pois, poderão recorrer ao instinto tão natural do homem de autopreservação. Partindo deste princípio meus queridos fiéis, louvem sempre aquele que foi o principal buscador de vosso meio para que pudessem ser alertados das armadilhas do destino. Impeçam todas as tentativas de fraude que puderem ser feitas, façam tudo para que sejam sempre corretos e dignos da bondade do Senhor, só assim possuirão o reino dos céus, e finalmente a paz que tanto têm buscado de forma errônea. Eu gostaria ainda de poder retirá-los com minhas próprias mãos de todas as más decisões que têm tomado ao longo de vossas trajetórias, mas não cabe a mim o fazer e sim aos seus próprios princípios e suas consciências. Ouvi falar de tamanha brutalidade ao qual estarão expostos, pois muitos em desespero tentarão inflingir-lhes as mais cruéis tentações para que consigam aquilo que os falta e, então, terão sido alertados e saberão que o momento é de grande calamidade e de grande falta de amor. Precisam se engajar em quaisquer que sejam os movimentos em direção ao que é de Deus, pois, isso os dará uma maior credibilidade aos olhos dos que vêm auxiliando a humanidade. Procurem e encontrarão aquilo que de melhor harmonizará vossas vidas aqui na terra. Os meus agradecimentos e boa sorte a todos os que querem vivenciar um mundo melhor e já estão à frente de muitas congregações do bem.


N.

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Força e Fé (Mensagem Recebida em 01/06/2012)


Vigiai e orai. Sábios conselhos vindos daquele que deu a vida por vós. Vosso maior inimigo sois vós mesmos, vigiai vossos corações, mentes e atitudes, não permitais que situações banais do vosso cotidiano lhe retirem a oportunidade de gozar da bem aventurança dos justos. Orai para que vossos espíritos recebam a misericórdia de Deus diante de provas por vezes complicadas para vossos frágeis corpos. Orai para que se mantenham em paz consigo e com vossos semelhantes, para que o inimigo não encontre em vós oportunidade de levar a humanidade a mais uma derrota. Olhem para dentro de si e procurem o sinal da criação, procurem a centelha divina que vos faz semelhante ao criador. O amor é a solução, é o mais poderoso de todos os medicamentos, capaz de curar, de abrandar corações e acabar com guerras sangrentas. Elevem-se ao status de filhos prediletos que são e tenham a certeza que o Pai nunca vos abandonará. Por mais difícil que possa parecer a situação, sempre estará amparado pelas mãos misericordiosas de Jesus Cristo teu salvador. Acalmem-se, tranquilizem vossas mentes e não se permitam cair diante de uma prova tão singela que é a vossa passagem por este plano. Comparem seus problemas às provas porque passou Jesus e verão que não passa de um cisco no olho. Peçam, meus filhos queridos, peçam muito que muito quero vos dar. Palavras que provam o tamanho do amor que o Pai celestial tem por toda a humanidade. Que a luz do espírito santo de Deus abrande vossos corações.

B.M.

Os Devaneios do Consumo (Mensagem Recebida em 31/05/2012)


Hoje em dia o que mais ouvimos falar é em consumismo, ninguém se contenta mais com suas realidades, orgulhosos! Pretendem se mostrar sempre com alguma coisa a mais que os faça se destacar da maioria. Pobres de espírito, que se não estivessem com tudo que carregam nada seriam. Com tudo que carregam ainda pretendem dizer que podem se sentir abençoados por terem tais produtos que outros se degladiariam para possuir. Eu diria que muitos outros ainda sentirão o desprazer da angústia de perder suas posses, nada além de muita dor e grande vazio é o que vão conseguir sentir, ao passo que querem possuir ainda mais objetos de desejo passam a ficar ainda mais distantes de tudo aquilo a que vieram produzir. A única verdade que irão conseguir realizar é a vaidade, e nada mais. Outro dia aqui, estava preocupado com muitas outras tarefas quando recebi um chamado de onde precisava estar para que pudessem realizar algumas exigências e constatei um fato inesperado: quando achava que já havia visto de tudo em espírito, me aparece uma figura completamente sem rumo porque havia se perdido dentro da própria residência e precisava de um auxilio para que pudesse vir a sair com segurança daquela que era sua morada, que parecia mais uma mansão de contos do que uma residência para sua convivência em família. Enquanto uns estão passando fome, sem ter nem o que vestir, outros estão nos maiores devaneios sem sequer perceber o meio que vivem e a situação a sua volta. É para estes que vim em vontade de querer auxilia-los para que mudem os seus pontos de vista em relação ao que procuram com satisfação. Nada disso que procuram pode levar-lhes para alguma morada segura, tudo isso não passa de uma verdadeira ilusão que criaram para suas próprias vidas, e simplesmente a enxergam como um fim necessário para que possam sentir-se em conformidade com aquilo que é colocado como exigência para estarem de acordo com a sociedade, repleta da mais pura falta de discernimento. Será mesmo que o futuro de vocês não necessita de algo a mais que venham a lhes encher de algum conteúdo realmente digno de um ser humano, ou será que ainda vão ficar em busca de alguma coisa que lhes dê um credito a mais à frente daqueles que tomam como exemplo. Pobres mendigos espirituais, ao passo que caminham, estão carregando uma centena de defeitos que nem mesmo a maior joia desse plante pode encobrir. É uma verdadeira loucura a visão que temos de seus espíritos carregados de muita coisa menos de um pensamento sincero de amor, só luxúria e a convicção de que é realmente a melhor coisa a se fazer. Eu deixaria aqui para vocês uma descrição profunda das suas mentalizações e desejos de estarem em orgias, badalações das mais variadas, congregações de pura indecência, porém, definitivamente não cabe aqui colocar tamanha prescrição se nenhuma de vocês se quer fazem por onde conseguir uma causa mais nobre para dirigir suas vidas mesquinhas e sem valor. Ou melhor, sem amor.

N.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

O Verdadeiro Sentido do Amor (Mensagem Recebida em 31/05/2012)


As vezes nos pomos a perguntar se realmente têm noção de vosso papel neste plano. Se realmente têm consciência de quanto o Criador aposta em vós, apesar de milhões de outras espécies espalhadas pelo universo. Vossa vaidade nos deixa perplexo quando colocam vossos objetivos acima de vestígios morais por vezes tão básico para nós, e tão supérfluo para vocês. Acredito que muito há de se estudar o ser humano para entendermos essa capacidade de desviar-se das dificuldades com habilidades bem interessantes, apesar de por vezes utilizar de recursos não tão éticos para a divindade.Vós sois a imagem e semelhança do criador. Somente a vossa espécie consegue amar a tal ponto de nos deixar confusos quanto a algumas decisões que tomam..Vê-se por exemplo o sentimento materno, tão surpreendente em sua essência e que desperta algo de especial nos seres que o possuem. Verdadeiras guerreiras são as mães em defesa de seus filhos, ou mesmo apenas para defender-lhes o direito. Complexo para nós tal dedicação do ponto de vista espiritual, visto que o amor ao próximo é algo tão natural para seres de onde venho. Tais sentimentos exagerados e sem qualquer nível de raciocínio lógico é algo inconcebível alguns níveis acima de vós. Nos custa compreender como conseguem cumprir com maestria o papel  de tutor de outro ser sem realizar o maior de todos os mandamentos: Amar ao próximo como a si mesmo. A verdadeira caridade é universal, porém o amor maternal é único e unidirecional, não abraça várias pessoas, não os eleva à divindade, apenas dedica-se a um ser que saiu de seu ventre com veneração, capaz de doar a própria vida para vê-lo sorrir, simplesmente sorrir. Realmente há sempre muito o que evoluir, mesmo não tendo encarnado em vosso orbe. Temos semelhança em aspectos energéticos e espirituais, porém, muita diferença em essência. E acredito que é essa essência maravilhosa que faz com que o Pai celestial nunca desista de vós. Amar sempre, essa é a lei. A mãe cumpre com maestria esse mandamento, leva seu tutelado ao mais alto lugar ocupado por um ser humano: O de rei e senhor de sua vida. Incompreensível, é verdade, mas extremamente belo. Podemos sentir emanar dos corações maternos sentimentos inigualáveis de dedicação e desvelo para com um único ser. Raios de luz resplandecentes recaem sobre seu filho e engrandecem aquele momento com um abraço que causa verdadeiro eflúvio energético aos nossos olhos. Escrevo este pequeno trecho em homenagem a mãe de todas as mães e nossa rainha universal: A Virgem Santíssima. Fiquem com Deus e que a paz esteja convosco.

C.

Perturbações que Ainda Podem se Tornar uma Fortaleza.(Mensagem Recebida em 30/05/2012)


Gostaria de admitir que prefiro não assumir minha identidade no momento, por causa do que eu passei anteriormente ainda em vida. Meus caros irmãos, saudade é a palavra que expressa mais a minha atual e muito digna de pena situação. Eu me refiro aqui ao estado com o qual me apresento ainda em conformidade com aquilo que vivenciei ai no plano material. Uma questão mal resolvida entre eu e minha esposa, foi o principal estopim ao que tudo me remete as lembranças. Passadas todas aquelas noites em claro, eu já não suportava tamanha dor da traição que me acometia o espírito e fui levado a cometer um ato de grande injúria ao Criador. Passei anos a sofrer diante de tal questão entre eu e minha mulher, a qual me apunhalou pelas costas de forma tão desonrosa às minhas grandes atitudes para com a mesma. O fato é que por sinal, cometi o erro maior que foi o de me suicidar ao contrário de procurar superar a dor e não relutar diante de tamanha prova a qual me foi dada. Se ela me foi imposta é porque com certeza, se tivesse havido de minha parte alguma vontade de superá-la, eu teria vivido ainda mais essa vida maravilhosa com tantas realidades que podemos escolher viver. Foi um sentimento horrível que senti, diante daquela com a qual prometi e jurei pelo resto da minha vida ficar ao lado. Já não havia sentido que me fizesse continuar a querer assumir a situação, e foi aí que cometi esse ato de tamanho orgulho. Peço desculpas por minha teimosia em querer mostrar-lhes esse grande acontecimento que me fez tirar o meu próprio dom da vida, e assim me colocar ao lado de criaturas sofridas e sem qualquer direção. Houve um tempo em que eu não sabia se um dia haveria outra oportunidade que me fosse dada para concluir tudo aquilo que me era obrigação na terra. Bastante debilitado em grande sofrimento, um querido emissário do Senhor me conduziu até aqui para lhes saldar com minha situação e para que assim eu pudesse realmente conduzi-los a raciocinar mais a favor de suas próprias vidas, o quão podem ser oportunas as suas escolhas antes de tomarem alguma decisão precipitada. Peçam sempre ao Pai, nosso Senhor, que ilumine a sua consciência, a ponto de fazê-los enxergar com mais clareza o caminho a trilhar, pois, só ele seria capaz de me conduzir a uma singela sabedoria que me fizesse recuar de minhas próprias decisões. Nunca é tarde para se recomeçar a viver tranquilo, e ponham uma coisa nas suas cabeças: antes de qualquer coisa é preciso acima de tudo reconhecermos o nosso dom maior, as nossas qualidades como seres humanos e divinos, criaturas de tamanha beleza e grandes distinções, ao lado das outras que dividem conosco a vida na terra. Sim meus irmãos, falta-nos grande discernimento para que possamos enxergar tamanha beleza que existe em cada uma dessas criaturas chamadas, seres humanos. Observem-se e vejam tamanha perfeição que os faz conduzir os seus dias e noites. O funcionamento dos vossos corpos é um verdadeiro milagre D’aquele que os dá a vida. Benditos sejam os que se encontram após uma grande miséria e absoluta desilusão, pois todos eles serão muito mais fortes e saberão que jamais poderão ser os mesmos apesar de toda dor e toda mágoa que deixaram para trás. Não gostaria aqui de revelar minha identidade, porém, gostaria que soubessem que fui um grande artista quando ainda em vida. Sejam fiéis aos que buscam sempre ajuda-los, eles são aqueles que poderão lhes estender a mão em horas de tanta desilusão. É um fato muito corriqueiro essa oportunidade que me foi dada, diante de tamanha desgraça que me causei, então, sejam humildes em reconhecer que nós seres humanos precisamos ainda entender o nosso próprio valor, para que não fiquemos a mercê da tomada de decisão de outros quaisquer que sejam. Me refiro a deixar-nos em condições de tamanho sofrimento que nem mesmo podemos nos acalmar e pensar direito naquilo que deve ser feito após cometer tamanha desgraça, e finalmente perturbados reconhecermos que na verdade precisamos de alguém para nos tirar da condição que escolhemos em favor da nossa falta de amor próprio. Louvado seja o Senhor, amém!                                                                                                                                                                           

Para Refletir (Mensagem Recebida em 30/05/2012)


A viagem de uma alma ao relento da eternidade é algo inconcebível ao cérebro e raciocínio humano.
Por muitos anos de distância sempre estiveram a realidade de vossa imaginação, vossos programas de televisão e vossos filmes acerca desta emblemática são torpes diante da beleza de uma natureza simplesmente perfeita e improvável explicação humana. Coloquem-se a pensar quão pequenos são vossos cérebros diante da vastidão de conhecimento que vara o universo a encontrar trabalhadores aptos a recebê-los e transmitir a outros tantos não tão aventurados em sabedoria. A complexidade da ciência celestial deixaria vossos cientistas a pensar por décadas em iniciar os cálculos de tamanha perfeição. Vossos olhares se voltam hoje as descobertas genéticas que se sobressaem às doenças antes incuráveis, mas vos digo em verdade que tais doenças são meras representações de vossas faltas passadas e o entendimento científico humano não vos ajuda muito no combate de tais enfermidades. As cabeças que pensam sobre o emblema sistemático da política de vosso mundo, também se organizam sobre a desorganização da vaidade humana. Vejam quantas falta de caráter grave em tão pouco tempo tem sido divulgada na imprensa de vosso plano? Será que toda esta problemática com a organização social relativa ao ser humano deve-se apenas a alguns espíritos menos instruídos e com pequenos desvios de caráter? Não meus amigos, a providência divina utiliza inclusive os menos afortunados de retidão para realizar a obra do senhor. Podem-se estar perguntando sobre a grande quantidade de pessoas passando por necessidades básicas, mas em verdade vos digo que suas condições em nada são injustas em relação às vossas pregressas faltas. Não tomem a providência divina por cruel por um breve olhar que passam em sua jornada. Levem em consideração ao analisar cada assunto toda a complexidade das vivências passadas, que são cuidadosamente repassadas ao processo de reencarne. Enfim, todas as situações de menor potencial ofensivo à humanidade é permitida que se experimente, pois assim se dá o aprendizado, porém, haverão momentos que nem mesmo a vossa ciência conseguiram combater tamanha disfunção de doenças há tempos consideradas extintas assolando todas as classes sociais. O motivo é relatado acima, a lei de amor que rege o universo, quem ama pune e faz com que se reconsidere o ato realizado, e não há como se conceder o Pai maior deixando em estado de inaptidão moral uma sociedade tão ansiosa por tomar o seu lugar. Que as luzes que habitam o paraíso possam expandir vossas mentes e aliviar vossas aflições. Fiquem com Deus.


A. C.

terça-feira, 29 de maio de 2012

Sejam Felizes! (Mensagem Recebida em 29/05/2012)



Sejam Felizes!
Abençoados sejam os queridos companheiros de missão aos quais devo a honra e decepção. De fato muitos têm trabalhado a favor da obra, porém, existem inúmeras necessidades de buscarem em vossas próprias almas o necessário para que sejam ainda mais felizes. Para que possam ouvir a palavra de Deus é preciso que trabalhem a favor de vossos espíritos, seus maiores tesouros que estão no centro de suas almas, seus corações. Firmados no caminho da verdade conseguirão estabelecer ainda mais a comunhão com o Criador, que repousa no nosso próprio ser. Sinto muito por que conduzem as vossas vidas nos piores exageros a fim de conquistarem a felicidade, pois, acreditem naqueles que já conquistaram certo desprendimento das coisas materiais, eles sim são muito mais felizes que todos os outros que teimam em procurar e sempre nos mesmos lugares, e terminam por conduzirem-se para muito longe do que é essencial para uma vida mais plena. Deixai de buscar o ouro e busque apenas aquilo que não podem enxergar e que enobrece os vossos espíritos verdadeiramente. Não é lutando demasiadamente por um carro melhor, ou por um objeto qualquer que vão ser mais feliz, isso sim é fruto da verdadeira distância que estão de vós mesmos. Acreditem em tudo que vêm do amor de Jesus, suas palavras, seus atos, e começarão a entender o que de valor real a vida tem a oferecer. A causa de vossas mágoas está em se apegarem demasiadamente em sonhos aos quais estão em vossas mentes desejosas por aquilo que muitas vezes não trás nenhuma melhora em vossa caminhada. Sejam felizes com o que já possuem e terão aquilo que mais desejam e nem sequer sabem. Eu diria meus filhos que no mais, a única coisa que falta nas suas vidas é o tal do desprendimento, antes de tudo, é preciso estar desapegado dos lucros e desejos, realizem suas atividades laboriosas por amor ao que fazem e não pelos lucros. Peçam ao Pai incessantemente que lhes mostre como, e ele lhes mostrará.

J.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Aprendi com a dor(Mensagem Recebida em 28/05/2012)


A força que buscamos para o caminhar diário está muito próximo da divina criação. Me farei compreender melhor nessas singelas linhas que vos escrevo dando-lhes o testemunho de alguém que já foi bastante soberbo e extremamente arrogante entre vós.
Os tempos eram outros, o dinheiro era mais fácil e bastava ter uma idéia um pouco inovadora para esbanjar milhares de cédulas em dinheiro corrente. A cidade era Londres, aos tempos de 1976. Muita perseguição religiosa, gritos de horror varavam a noite enquanto nós que tínhamos uma certa posição financeira, dormíamos tranquilos. Judeus sendo mortos e esquartejados por todo lado. A religião cristã tornara-se sinônimo de avareza, cobiça e muito poder. Era bancário, após ter conseguido juntar certa quantidade de dinheiro em meio a jogos e pequenas trapaças. Esbanjava uma posição social invejável aos olhos alheios e me atinha muito pouco a outra coisa que não fosse acumular bens. Certa vez caminhava voltando de um dos bordéus feito para gente como eu, muita bebida, jogatina e mulheres à vontade, todas doidas para gastar o que juntávamos com tanto suor. Devia passar das duas horas da madrugada. A noite de Londres, sempre muito fria, fazia com que muito pouca gente andasse a essa hora na rua. Achava-me o máximo, todos me conheciam pelo que eu gastava, inclusive os malfeitores. Foi esse excesso de confiança que me levou ao encontro de um jovem, bem apessoado, sentado à cochia da calçada. Ele me cumprimentou e pediu um cigarro, joguei-lhe logo um maço do melhor cigarro da redondeza. Ele rapidamente levantou-se, acendeu um cigarro e perguntou onde eu ia tão tarde. Na minha soberba imponência respondi que descia à minha casa, pois estava bem disposto e a fim de mais curtição e bebida.. Ele então perguntou-me senão gostaria de acompanhá-lo à casa de uma amiga onde estariam amigos comemorando um aniversário. Excelente oportunidade, pensei e saímos. Ao chegar, logo percebi que algo não estava certo. Casa bem escura e sombria nos aguardava, nenhum ruído, mas duas mulheres um tanto mal vestidas nos aguardavam à porta. Pensei: "E porque não, o que pode um homem desses contra mim...". Entrei de pronto com o novo amigo e as garotas, foi quando recebi um golpe forte na cabeça e desmaiei. Vi-me atormentado, como cego. Não enxergava nada, nem mesmo minhas mãos. Aquelas estranhas personagens haviam desaparecido e eu estava bem perdido. Só posso ter bebido muito, pensei. estou em casa e esqueci de acender as luzes.
O tempo passava e não conseguia sequer dormir,não achava minha cama nem o interruptor para clarear um pouco minha visão. Tomei-me de desespero e vi-me sozinho e com muito frio. Corri bastante, porém não acabava a escuridão. Não havia um objeto sequer no caminho. Comecei a gritar desesperadamente durante muito tempo, nem sei quanto tempo durou aquele grito. Cansei e sentei-me em meio ao lúgubre ambiente. Não sabia mais o que fazer, o desespero transformou-se em agonia e comecei a chorar, como nunca. Chorar não era algo que um homem em minha posição fazia com facilidade. Eis que me aparece ser estranho, de boa estatura, olhos claros, bem iluminado e se dizendo chamar-se Azarrel. Tamanho era meu desespero que abracei-me com aquele estranho como se fora meu pai. Ele me acalmou, tocou-me a fronte e perguntou se estava pronto para a próxima etapa. Seja lá o que fosse não poderia ser pior que aquilo. De pronto aceitei. Acariciando minha cabeça fomos transportados instantaneamente para um vasta área aberta bem iluminada por um sol radiante de beleza incomparável e meu novo amigo me disse: "Já aprendeste o que é viver sem os olhos, agora aprendes a viver sozinho, sem compartilhar nada que tens, nem sentimentos. Aproveita e conhece-te melhor. Então voltarei...". O meu salvador desapareceu como que fumaça que esmaece ao fim da tarde pela baixa temperatura na rua. Caminhei um pouco para ver se encontrava algo ou alguém, mas quanto mais andava parecia que não saia do lugar. a natureza era vista aos olhos, mas não se ouvia nenhum ruído de bichos ou folhagens, apenas aquela bela imagem como uma pintura à parede.
Foi bem tranquilo os primeiros dois dias, porém a fome e a sede me consumiam em demasia e a solidão estava cada vez mais a me deprimir. Comecei então a pensar na época em que estava sempre rodeado de belas mulheres e amigos riquíssimos e solícitos à minha vontade. Como era feliz, pensei.
Ao final do sexto dia, praticamente sem forças para lutar clamei por meu novo amigo com um grito que ecoava ao longe, representando todo o meu desânimo daquela situação, estava deveras deprimido e não havia mais o que lutar. Apareceu-me então meu amigo e salvador, deu-me as mãos e segurei-a com força, para que não fugisse. De imediato fomos para um rio bem límpido e de águas serenas, estávamos ao centro dele e meu amigo AzarrelAzarrel que me disse: "Pronto, cumpriste a terceira e última etapa para prosseguires com tua missão, retornas e segues caminhando com a luz que agora brota de teu coração, e nos encontraremos em breve...".Dormi profundamente após o discurso de meu sábio amigo e ao acordar estava na casa que me lembrava estar chegando com o disfarçado meliante que convidou a farrear. Estava deitado sem roupas e sem dinheiro, sequer meus sapatos eles deixaram, levantei-me bem assustado, mas com uma certeza renovadora dentro de mim, muito errei e preciso levar a outras pessoas um pouco desse sentimento que aprendi a duras penas com meu amigo: O amor. Vendi quase todos os meus bens e dediquei-me a cuidar de senhoras e crianças em situação de abandono nas ruas de Londres, montei um albergue que distribuia comida e abrigo a pessoas menos favorecidas e mudei-me para as montanhas. Lá construi uma pequena cabana de madeira, sem luxo, sem objetos que produzissem som, apenas eu e Deus. Foram os últimos dias mais felizes que já passei. a cada amanhecer olhava para o sol renovado e sentia como se Deus dissesse a mim: "Obrigado, meu filho...". Um grande abraço a todos e fiquem com Deus.


R. B.

Preparação para o que se aproxima(Mensagem Recebida em 28/05/2012)



Aqui reunidos em favor do bem maior para a humanidade terrena, gostaríamos de pedir a todos que terão a gloria e sabedoria de escolherem o caminho da verdade absoluta, que continuem a buscarem dentro de vossos próprios espíritos a chave que lhes dará o controle sobre os vossos corações. Adiante nos esperam uma leva de grandes acontecimentos que farão a humanidade enxergar os aspectos espirituais do passado da humanidade, como quem redescobre a própria natureza da qual faz parte. Hoje em pleno desenvolvimento das obras em favor do Senhor, aqui estamos presentes todos os arcanjos e querubins trazidos para que sejam cumpridas as ordens do Pai Celestial. Não basta só dizer que eu gostaria de louvá-los, mas também agradecê-los pelos grandes esforços que estão conduzindo em prol da humanidade. Digam-me uma coisa meus queridos irmãos de criação celestial, vocês percebem a seriedade do momento em que estão vivenciado no presente aqui neste planeta glorioso, cheio de diversidades não só materiais mas também diversidades espirituais com as quais logo entrarão em contato consagrado pelo glorioso Mestre ao qual denominam de o Salvador, o qual veio salvá-los das amarras das próprias vicissitudes as quais estavam presos. Bendito seja Esse senhor que se chama Cristo Jesus! Ouvirão em nos quatro cantos deste orbe os quais já se ressentem da camada atmosférica altamente violada pelos vossos sentimentos de desunião para com vossos semelhantes, e passam a enxergar com os vossos próprios olhos aquilo que não tardará para acontecer em escala ainda maior. Muito em breve meus queridos irmãos e companheiros ouvirão sem dúvida sobre diversas catástrofes naturais das quais se aproximam diante dessa enorme desarmonia espiritual e material a qual submetem os próprios espíritos. Desarmonia essa que chegou a um nível global em meros cem anos de existência. Aqui venho alertá-los para que se revestam das mais puras demandas de carinho e amor para com os vossos semelhantes se quiserem assumir diante do Pai Celestial um compromisso que os fará um pouco mais aliviados de todo o sofrimento que se aproxima. Não tardará para que sejam olvidados tais acontecimentos e, então, vossos espíritos já avisados com antecedência, estarão de sobremaneira preparados em certas condições que permitirão o discernimento das devidas precauções a serem fielmente tomadas diante de tanta angústia que verão. Saberão que o caos total estará por conduzi-los a um novo recomeço com o que se faz necessário para regeneração do planeta. Restarão apenas os dissabores de certos orgulhosos em alguns lugares do planeta, que passará para um novo plano de ideias a respeito do que é realmente viver em sociedade. A harmonia faz parte de vossos espíritos, porém, procuraram apenas aquilo que os satisfazem em matéria e deixaram para trás o verdadeiro alimento com o qual poderiam se ater em maiores consultas, para que assim pudessem chegar a um verdadeiro discernimento do que é em verdade aquilo que se pretende ao vir a este planeta maravilhoso que por sinal sofre bastante com os vossos desajustes e orgulho desvairado. Eu diante de tudo isso, tenho que acrescentar que aqueles que não tiverem a mínima sensibilidade de ordem espiritual, a ponto de nem sequer procurarem um auxilio ao lerem esta carta, estarão muito provavelmente fadados a se perderem em meio a tudo que será muito em breve a vossa realidade em matéria e logicamente em humanidade. Os momentos que se aproximam necessitam de amplo preparo das vossas sublimes, porém, pretenciosas almas, e aqueles com os quais devem ajuda-los a condicionarem o espírito, não querem saber de quem anda a margem das leis espirituais, e sim, daqueles que querem saber mais sobre o que realmente os aproximará do bem maior. Por isso meus amados, eternos e dignos de grande misericórdia celestial, estejam a postos ao passo que dão encaminhamento aos vossos afazeres materiais, e não se preocupem com nada além de buscarem incessantemente aquilo que os fará um dia chegar ao ponto máximo de vossas vivências neste glorioso plano material. Permitam nos aproximar das vossas vidas e não temam se não as próprias maldições que juntamente com vossas atitudes terminam de formar o quadro de vossas condições extremamente debilitadas, falo isso com muito amor e honra, tendo em vista que alguns estão sendo buscadores também de se melhorarem mesmo que muito pouco, porém, isso já é motivo para que os senhores guardiões do planeta venham a saudá-los, dando-lhes novas oportunidades e grande sabedoria, ao passo que procurarem encontrar essas qualidades será realmente muito mais fácil que em outras épocas, e os farão elevarem-se um pouco mais além do estado que se encontram atualmente. Não existe outra coisa melhor do que o autoconhecimento, esse sim é o verdadeiro objetivo de qualquer um que esteja engajado ao plano espiritual, procurar sempre estar alerta aos menores erros cometidos, para que assim sejam revistos e reavaliados até que numa próxima vez seja lhes mostrada uma nova oportunidade que possam colocar-se de maneira acertada em qualquer situação advinda do passar dos dias. Com relação ao temor diante da maior parte desta nossa conversa, fiquem tranquilos e passem a se revestir, como já foi dito, de uma redoma de benfeitorias e qualidades que nem mesmo aquelas pessoas com muita vontade de tirá-los de seus equilíbrios sejam capazes de fazer. Aqui viemos em favor da Obra que está por ser dominada pelo orgulho e falta de discernimento de vós mesmos, e não mais gostaríamos de chegar aqui e encontrarmos uma só pessoa que não estiver engajada no ritmo da espiritualidade superior, essa é a ordem! Sejam simples de coração, sejam filhos de Deus, mas não em palavras e sim em atitudes que convenham a lhes promulgar a plena certeza de vossos preciosos atos, cujo valor sentimental deve ser amplamente passado adiante a todos que se aproximarem para ouvir uma pequena e simples oração de vossas bocas, e não mais estarão sendo guiados pelo vosso orgulho e sim pela vossa alma. Fiéis devem se tornar ainda mais ofensivos em divulgar a palavra do Cristo Jesus, não devem se abster em momento algum da divulgação da palavra e das instruções, para que venham a alcançar ainda mais os corações perdidos e desamparados com um pouco de carinho, de afago, de amor que tanto lhes falta nessa vida. Qualquer um que se prestar a desarmonizar o que já foi feito será obrigatoriamente retirado desse honroso planeta, sendo levado a prestar contas por se negarem a se adequar a um grau de esclarecimento maior em favor da humanidade, e não em proveito próprio. Vossos espíritos anseiam por se libertarem de tanto orgulho e desarmonia, porque eles foram feitos pelo que há de mais puro, cujas palavras não se aproximam de tanto amor e luz.

Ezequiel

domingo, 27 de maio de 2012

Momentos (Menagem Recebida em 27/05/2012)


A todo aquele que se apresenta como servo do senhor venho avisar-lhes: Não vos tomeis por representantes de Deus, nem de sua palavra. Não vos orgulheis por vossos feitos nem por vossas palavras, pois nem mesmo a palavra que sai da tua boca é tua. Humilhar-se diante do Pai, esta é a lei. Auxiliar sem utilizar os seus méritos para si, esse é o maior mandamento. Vê-se quantas pessoas alegam-se cheios do espírito santo de Deus e suas casas cheias de ouro e iniquidade. Conscientizai-vos de vossa missão, não deixem que vossos orgulhos superem a representação de Deus em vossas vidas. Olhai com brandura aos erros dos outros, pois sois menos recrimináveis? Por acaso não trazes consigo uma bagagem extensa de provas já superadas e outras tantas a superar? Levante um estropiado, dê de comer a quem tem fome, console um aflito, mas fazei-o em nome do teu Pai celestial, nunca em teu próprio nome. É realmente necessário que um aflito saiba o nome de quem o ajudou? Comecem por este pequeno ato de desapego, ao ajudar alguém não lhes digam o nome, dêem o crédito a quem realmente o tem, digam-lhe: "Agradeça a Jesus teu senhor e salvador". Alcem vôos mais altos, sempre em progressão, porém nunca esqueçam que quem o colocou nesta situação favorável pode retirá-lo ao abrir e fechar de olhos. Que a e luz do espírito santo de Deus invada vossos corações como torrente de água viva.

Hianael