quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Humanidade (mensagem recebida em 20/12/11)



Olho com tristeza para companheiros que deixei em vida.
Olho com mágoa para irmãos que não valorizam a oportunidade que carregam.
Olho com pesar para a humanidade que teima em destruir o que lhe foi dado de graça.
Olho com tristeza para todos que desprezam a convivência em família.
Olho com saudades para meus filhos queridos que ficaram neste mundo lindo e tão cheio de iniquidades.
Uma segunda chance, era a única coisa que gostaria .
Poder dar aquele beijo apertado na careca do papai, poder abraçar e receber mais uma vez o cafuné da mamãe.
Difícil imaginar-me como alguém a parte do mundo que me fez tão feliz.
Fui bem recebido, não sofri talvez o que merecia, as tenho saudades.
Compreendo hoje quão mais intenso poderia ter sido, quão mais carinhoso poderia ter sido.
Pretendo um dia poder servir aos meus semelhantes mais necessitados.
Por enquanto cuido das feridas que o mundo me fez.
Sou feliz, mas saudoso em ser humano de novo...

João Carlos Damasceno